BLOG

Criatividade é saída para organizar home office sem espaço

  • 30 de agosto de 2012
  • 20h08

Fonte: Terra

Trabalhar em casa está em alta, e muito se escreve sobre como criar um home office em algum cômodo. Mas e quando não é possível dedicar um ambiente inteiro para o trabalho? Nestes casos, a criatividade entra em ação para criar espaços multifuncionais.

A arquiteta Letícia Prodocimo Andraues, do escritório LPA Arquitetura, de São Paulo, montou, para um casal, um lugar para o computador junto ao home theater. “Era um flat, e eles queriam televisão e espaço para o home office”, diz. Além disso, a única sala disponível era um cômodo sem cantos, o que dificultava a compra de mobiliário pronto.

Letícia, então, desenhou um móvel para o local. “Consegui distribuir bem trabalho e lazer.” Ela se lembra de um item fundamental do mobiliário: as gavetas e o armário, que os moradores usam tanto para guardar os objetos de trabalho quanto os controles dos aparelhos de áudio e televisão.

A pedido de outro cliente, Letícia montou o home office no quarto. “Ele queria estar próximo do espaço de trabalho e ter privacidade.” Mais uma vez, o móvel planejado foi fundamental. A arquiteta montou uma bancada com gavetas, de acordo com as necessidades do morador. Além disso, os fios passam por trás do móvel e assim não ficam expostos.
O quarto também virou espaço para o home office em um projeto do arquiteto Toninho Noronha, de São Paulo. Mas foi para outro cliente que ele ousou: instalou o local de trabalho embaixo da escada, aproveitando um espaço geralmente subutilizado das residências.

 

Falta de espaço

Já a personal organizer Ingrid Lisboa dá outra sugestão para quem não tem um espaço fixo para montar o escritório: usar qualquer cômodo, mas de maneira provisória. “A pessoa pega seu notebook e senta no lugar em que se sentir mais confortável naquele momento.”

Ingrid lembra, no entanto, que a bagunça é uma das consequências de não ter lugar fixo para trabalhar. Por isso, ela recomenda organizar os objetos de escritório em uma caixa, que fique guardada quando o material não estiver sendo usado. O único inconveniente dessa forma livre de home office é a necessidade de controlar os impulsos consumistas. “Como não há lugar grande para guardar as coisas, não dá para comprar um monte de canetas, ou centenas de folhas.” De resto, sua casa é seu escritório.