BLOG

Métaphone®, o primeiro edifício instrumental do mundo

  • 24 de outubro de 2013
  • 14h10

O Metaphone é um edifício musical, o primeira do mundo. É a chave para o arco contemporâneo geral, sintetiza a nova música e boa utilização do local. Um edifício que você olha e você escuta, um grande instrumento tocado por músicos de todo o mundo.

O prédio é tanto uma sala de concertos e como um “instrumento de música urbana”, cuja fachada produz e dissemina sons do lado de fora, em conjunto com o jogo de luz. A sala de concertos e seus anexos estão inseridos em uma parte de concreto preto, envolta em uma estrutura de aço coberta por uma pele clara, que consiste em diferentes materiais: vidro transparente e fosco, aço corten e madeira. No telhado, as escalas de quadros se estendem por uma superfície de 600 m² de células fotovoltaicas integradas. Sob o alpendre, um volume de vermelho que emerge da fachada preta.

O objetivo do projeto é dar a uma sala de concertos construída em um espaço dedicado à música uma forma completamente musical. Integrar os princípios arquitetônicos do espaço (materiais e luz), com os ambientais e de uso (manutenção, custo). Som e arquitetura permanecerão inseparáveis.

O Metaphone é um espaço incomum que permitirá inventar novas formas musicais, em conformidade com a arquitetura. A originalidade e a força do projeto será mantido e reforçado pelos músicos, que, por sua vez, irão criar um espaço para o Metaphone. Para o público, será uma “curiosidade”. Ele servirá de sino para marcar a hora (meio-dia ou o anoitecer), assim como para avisar a entrada para um concerto ou intervalo, com um dispositivo de som discreto para não incomodar a área… Pode também ser utilizado como um instrumento, utilizado em uma composição para músicos de orquestra instalados sob a varanda.

Fonte: Herault Arnod Architectes