BLOG

NAS REGIÕES NORTE E NORDESTE, AS OBRAS IMOBILIÁRIAS E DE INFRAESTRUTURA DEVEM CRESCER 14% EM 2011.

  • 14 de outubro de 2011
  • 13h10

As regiões Norte e Nordeste do país, impulsionadas pelos investimentos em expansão da capacidade produtiva das indústrias locais, têm ampliado sua participação no valor total das obras e incorporações imobiliárias no país, que passou de 3,4 e 11,3%, respectivamente, em 2008, para 7,2% e 16,7%, nessa ordem, em 2009, segundo levantamento feito por Tendências Consultoria.

A indústria imobiliária está atenta aos apelos dessas regiões, que em 2010 se destacaram nacionalmente, com perto de duas mil obras na área da construção civil, movimentando US$ 58 bilhões, e a boa maré continua. As estimativas apontam que Norte e Nordeste podem fechar 2011 com balanço de 2.276 novas construções, crescendo 14% em número de obras, na comparação com o ano anterior.

A propósito das constatações da Tendências,o consultor Paulo Tonon, da RRP, comenta: “O cenário favorável para o financiamento imobiliário, bem como a evolução da renda e projetos de habitação são alguns dos grandes motivadores da evolução da atividade no setor observada desde 2004, quando se intensificou a tendência positiva para a conjuntura da construção civil”.

A Rossi Residencial, tradicional nos mercados do Sudeste e estendo atuação para todo o Brasil, foi uma das primeiras incorporadoras imobiliárias a chegar àquelas regiões, através de parceria com a local Norcon, celebrada no início de 2011. Somente no Nordeste, mercados de Sergipe, Pernambuco, Alagoas e Bahia, os lançamentos residenciais voltados ao perfil econômico, programados por Rossi/Norcon para o período, poderão somar R$ 300 milhões, em Valor Geral de Vendas (VGV).

Fonte: imovelweb.com.br