BLOG

Pedra não perde lugar como revestimento e acabamento

  • 06 de setembro de 2012
  • 14h09

As decorações de lavabos e banheiros, na sua maioria, são clássicas e com cores neutras. A exposição Morar Mais por Menos mostra que é hora de modernizar. Esses cômodos também merecem atenção na hora da decoração. A tendência é colorir, investir em papéis de parede, quadros e temáticas.

Visando a praticidade e a economia, o Lavabo Masculino, projetado pelo arquiteto Moacir Melo, é decorado com papel de parede. “As pessoas pensam que lavabo é banheiro, mas o espaço não tem chuveiro. Podemos colocar tranquilamente papel de parede porque não vai molhar o tempo todo e estragar fácil. Além de ser bonito é barato”, indica.


Em relação à sustentabilidade, o lavabo conta com o piso de madeira sintética. O projeto também apresenta uma decoração forte, com tons escuros, que foge do padrão das decorações da maioria dos lavabos e banheiros. “Usei esses tons para ficar bem masculino, moderno e diferente”, conta o arquiteto.

Já o lavabo feminino foi baseado em elementos da natureza. “Pensei em um ambiente agradável, com uma cortina d’água, um tom alegre de amarelo e a decoração em madeira”, diz a arquiteta Fernanda Manata, que projetou o espaço.


No lavabo feminino não foi usado nenhum revestimento para as paredes. Segundo Fernanda, isso barateou bastante a decoração do lugar. “Deixei somente a pintura da parede e um quadro com pessoas desenhadas. A intenção do quadro é uma brincadeira porque ele passa a ideia de uma janela com pessoas olhando para dentro do lavabo”, acrescenta.

De acordo com a arquiteta, o espaço foi projetado para uma suposta família jovem, moderna e que goste da natureza. As madeiras utilizadas possuem certificado de reflorestamento. A cortina d’água é feita com água de reservatório interno e uma bomba, que poderia funcionar com energia solar. “Busquei diferenciar esse projeto e fugir das decorações clássicas e das cores neutras”, diz.

Simplicidade, luxo e conforto

O espaço Banho do Casal, apesar de simples, é luxuoso. Projetado pela arquiteta Circe Milano em homenagem ao seu marido João Carlos Milano, o espaço conta com uma inovação – um abajur de leitura colocado no banheiro. “Procurei retratar a cultura dos brasileiros de lerem sentados no vaso sanitário. Esse é um aspecto lúdico de brasilidade”, explica.


No projeto, foram utilizadas madeiras de MDF, com fornecedores comprometidos com a sustentabilidade. Segundo Circe, painéis de madeira sintética são tendência quando se utiliza cabines de banho. Além disso, todos os equipamentos de chuveiro e ducha são compatíveis com energia solar.

Fonte: Lugar Certo