BLOG

Prédio premiado em São Paulo tem fachada em camadas

  • 28 de dezembro de 2012
  • 20h12

 

Fonte: Terra

A cada dois anos, a Associação Brasileira de Escritórios de Arquitetura (AsBEA) premia os melhores projetos dos últimos cinco anos em diferentes modalidades. Este ano, o vencedor na categoria Edifícios e Conjuntos Residenciais foi um prédio concebido pelo escritório Reinach Mendonça Arquitetos Associados e construído na Zona Oeste de São Paulo. A grande inovação do projeto é que a fachada é em camadas: são três blocos, cada um mais recuado que o outro.

Esse recuo faz com que toda a lateral do prédio seja formada por três conjuntos de varandas, cada uma pertencente a um bloco. Dessa forma o projeto acaba com a distinção entre apartamentos de frente e de fundo, pois as duas unidades por andar são voltadas para o mesmo lado e têm a mesma vista.

“Nós fizemos um apartamento em que toda a área social fica voltada para a varanda”, diz o arquiteto Mauricio Mendonça, um dos responsáveis pelo projeto. As salas e as cozinhas são bem integradas, no modelo americano, seguindo a ideia cada vez mais em voga de se ter uma área social única, que agregue as pessoas.

Como os apartamentos são todos abertos para o exterior, os arquitetos instalaram grelhas metálicas nas laterais das varandas para manter a privacidade no interior de cada unidade e proteger sacadas e salas do sol. Como essas grelhas cobrem toda a lateral de cada bloco, olhando o prédio de lado não é possível ver a separação entre os andares. “Elas são um elemento único, forte na fachada”, afirma Mendonça.

A estrutura modular também permitiu criar apartamentos de diferentes tamanhos, para atender públicos distintos. Em cada andar há uma unidade de 140m² com 2 suítes e outra de 189m² com 3 suítes.

O edifício tem ainda outra peculiaridade: por conta do declive do terreno em relação à rua, os arquitetos optaram por deixar as garagens no nível da via pública e deixar o térreo dois andares acima. Com o andar térreo elevado foi possível garantir mais privacidade nessa parte do edifício e o espaço foi usado para criar ali uma área de lazer com piscina e academia de fitness, e um apartamento-casa com quintal e quase 500m² de área privativa.