BLOG

Um toque de ousadia no décor

  • 21 de outubro de 2015
  • 13h10

Por meio de revestimentos diferentes, profissionais da arquitetura e decoração tornam os ambientes mais ricos esteticamente e conseguem criar maior interação entre pessoas e o espaço

No Living, projetado por Melina Mundim, as paredes revestidas com gabião é um dos destaque . Foto: Rodrigo Tozzi

Os revestimentos diferentes trazem personalidade para o décor. É uma forma de surpreender positivamente com cores e texturas os usuários dos espaços e, assim, inovar. Como há muitas opções e tipos de revestimentos disponíveis no mercado, é preciso ter bom senso e bom gosto na escolha para que a composição do ambiente seja equilibrada.

“São pelos revestimentos que, muitas vezes, o ambiente cria vida”, defende a designer de interiores Melina Mundim. A profissional empregou o gabião — estrutura feita com aço e preenchida com pedras — como revestimento no Living, ambiente assinado por ela na Casa Cor Minas, para acompanhar a estrutura de madeira do espaço. “A pedra é um material que compõe muito bem com a madeira. A ideia foi criar uma estrutura rústica para receber móveis refinadosque se tornam aconchegantes quando juntos”, conta Melina.

Quem também não abre mão de ousar nos revestimentos é a designer Analu Guimarães, da Na Lupa Design. No Banheiro Público da mostra Morar Mais por Menos, ela revestiu as paredes dos banheiros com tecido rendado, pano de saco e vidro. “Os revestimentos diferentes denotam cuidado e trazem mais charme aos espaços. Nesse projeto, usei vários vidros, como o fantasia pontilhado, o laqueado, o temperado, o plotado e os espelhos lapidados. O resultado estético ficou incrível”, comemora a designer.

A esquerda, no Banheiro Público Feminino, a designer Analu Guimarães revestiu parede e teto com renda. A direita, no Banheiro Público Masculino, a profissional usou pano de saco e vidro fantasia pontilhado para revestir as paredes. Foto: Osvaldo Castro

Foi também por meio de um revestimento diferente que os profissionais da Situar Projetos, a designer de interiores Rosângela Brandão Mesquita e o arquiteto Eduardo Henrique, conseguiram quebrar um paradigma e criar um quarto descolado na Casa Cor Minas. “Quando se pensa em revestimento para quarto, o papel de parede é sempre a primeira opção. Mas queríamos inovar e, conhecendo um lançamento de revestimento da Oca Brasil que lembra ladrilho, tivemos a ideia de usá-lo no quarto. Com isso, nós conseguimos trazer brasilidade, melhorar a acústica do ambiente , destacar a parede e sair do senso comum”, comentam os profissionais da Situar Projetos.

No Quarto do Jovem Deslocado, os profissionais do escritório Situar Projetos, revestiram a parede com um ladrilho hidraúlico, produto nunca antes usado em quarto. Foto: Jomar Bragança

No escritório Óbvio Arquitetura, a regra também é ousar nos revestimentos. Nathália Otoni e Luciana Araújo, arquitetas que estão à frente do escritório, acreditam que esse tipo de material atrai a atenção das pessoas e cria uma interação entre elas e o espaço. Na cozinha gourmet da Casa Cor Minas, as profissionais apostaram no tijolão. “A utilização desse revestimento na cozinha é para dar um toque bastante rústico e trazer uma sensação de aconchego e de casa ao espaço”, explicam as arquitetas do Óbvio Arquitetura.

Sai o tijolinho e entra o tijolão. Essa nova tendência em revestimento foi especificado pelo escritório Óbvio Arquitetura na Cozinha Gourmet da Casa Cor Minas. Foto: Henrique Queiroga